Tem mulher que só aprende apanhando bastante


Esta é a conclusão de alguns homens em relação a violência doméstica segundo a pesquisa feita pela Fundação Perseu Abramo em parceria com o Sesc.  Além disso, entre os 8% que assumem praticar a violência, 14% acreditam ter “agido bem” e 15% declaram que bateriam de novo, o que indica um padrão de comportamento, não uma exceção.

Minha fotoE ainda há um dado mais impactante: a cada dois minutos, cinco mulheres são agredidas violentamente no Brasil. E já foi pior: há 10 anos, eram oito as mulheres espancadas no mesmo intervalo. O  pequeno freio se deve, em parte, à Lei Maria da Penha.

Lembro-me de uma jovem paciente, 26 anos de idade, vida profissional resolvida e com pós-graduação em seu curriculum acadêmico,  ao relatar suas constantes brigas e agressões com o esposo.
Num segundo encontro no consultório, a moça chega com o rosto infestado de hematomas e cicatrizes. O susto foi maior ao saber que seu esposo tentou jogá-la pela janela de seu prédio. As grades a seguraram. Num terceiro e último encontro ela me informa que tinham se “acertado” com o esposo.

Dura e ainda persistente realidade em nossos tempos.

E aí cabem duas vias de reflexão.

Primeiro, o óbvio questinamento: Porquê alguns homens ainda possuem uma conduta em subjugar a mulher com violência física, verbal e psicológica. Lembra da frase de um dos que assumiram a violência praticada contra sua própria mulher: “Tem mulher que só aprende apanhando bastante”.

Segundo: Tirando de foco desta análise aquelas mulheres que prontamente, ao serem agredidas, procuram seus direitos, agem de alguma forma e não persistem na relação, porquê um número CONSIDERÁVEL de mulheres protelam ter uma postura mais enérgica quando agredidas? Estou falando de relações onde as brigas VERBAIS, PRESSÕES PSICOLÓGICAS e AGRESSÕES FÍSICAS já fazem parte do cardápio do casal por meses e anos…

Vamos pensar?!

Jackson Garcia – Psicanalista

Anúncios

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: